ASSOCIAÇÃO NAVAL DO GUADIANA

PERCURSO

A realidade atual, contrasta enormemente com as necessidades e objetivos iniciais aquando da formação da Associação Naval do Guadiana, em 1983, em que não existia praticamente nada no que á nautica lúdica, recreativa e desportiva dizia respeito.

À época, o objetivo principal era a criação de um clube exclusivamente náutico, e a bandeira principal, a construção de uma doca de recreio frente ao jardim municipal.

A falta de apoios e a forma desconfiada como os responsáveis políticos locais de então, olhavam para o projeto, criou sérias dificuldades iniciais, superadas com persistência e determinação, e sobretudo com a consciência e clareza dos objetivos, que aliás se vieram a confirmar como os mais acertados.

A mudança de política desportiva na autarquia, e a existência de normas e regras claras de apoio à atividade desportiva, foram fundamentais no projeto ANG iniciado em 1983, muito auxiliado pelo desenvolvimento comercial sentido na localidade no final da década de 80 e no princípio da década de 90.

A ANG teve a partir do seu 5.º ano de existência um desenvolvimento e crescimento sustentado, de grande relevo e impacto na nossa cidade, constituindo-se uma referência no desporto local e na náutica em geral, ultrapassando as fronteiras locais e assumindo-se a nível regional e nacional como um exemplo. 

Não enveredámos pela subsidiodependência, e apostámos na criação de riqueza através da prestação de serviços náuticos, fator fundamental e do qual a localidade estava carecida.

Na componente desportiva, tornamos as modalidades náuticas tão popular como qualquer outra das mais populares ou ditas acessíveis. Adquirimos embarcações que posemos á disposição da comunidade local, sócios ou não sócios, e a componente financeira e o estrato  social deixaram de ser impeditiva às práticas desportivas das modalidades náuticas, o mesmo se aplicando à participação em competições e às deslocações inerentes.

O objetivo moral e estatutário, passou a ser de que o objetivo principal da entidade, seria sempre a criação de valor e riqueza para proporcionar gratuitamente a todos a prática desportiva e competitiva e muito em especial nas camadas mais jovens.

A nossa política começou a fazer escola na região e no mundo náutico nacional. O cliché que injustamente nos puseram em 1983,…” que a náutica era só para ricos, elitistas, reacionários e outros”…, caíra por terra fulminados pela dinâmica e resultados obtidos. 

Com a criação da primeira infraestrutura de apoio ao recreio para cerca de 100 embarcações, instalada no porto de pesca demos o passo de gigante, pois constituía a única do género desde Cádiz até Vilamoura. Foi esta a alavanca principal e a chave do grande sucesso que hoje a ANG representa a nível nacional.

Tivemos de passar rapidamente a uma atuação e gestão semiprofissionalizada, o quadro de pessoal aumentou significativamente, o Porto de Recreio do Guadiana foi uma realidade. Estava cumprido o objetivo fundacional e a nossa cidade já era uma cidade virada para a nautica ultrapassando outras com muito mais peso político e população. O crescimento foi fulminante.

Afirmamos com orgulho, que a existência desta infraestrutura referência da zona ribeirinha, existe graças á nossa ação e á nossa perseverança, mas sobretudo a clareza e convicção nos objetivos, sem que não tivéssemos de lutar contra os apologistas dos imobilismos e das árvores centenárias que nunca existiram, mas que se inventavam.

Chegou-se mesmo a escrever artigos nos meios locais com o título “Marina para Quê?”, e é com satisfação que vemos hoje passados 20 anos os seus autores a disfrutarem dos espaços criados, é a prova de que valeu a pena.

Tínhamos de pensar o futuro, as exigências eram diferentes, posemos mão á obra e construímos a nova sede social, abrimos o 1º restaurante de referência na cidade, passamos a ser uma entidade respeitada, reconhecida e de grande responsabilidade na vida social e económica da nossa terra.

Mais tarde, em 2009, inaugurámos novas instalações para o Porto de Recreio, dignificando a zona e transformando-a por completo, proporcionando aos vila-realenses 2 espaços de referência na zona ribeirinha até então sem nada semelhante.

Hoje a nossa cidade é um destino náutico e a ANG, é uma peça fundamental na frágil economia local.

Muito tem mudado, as novas necessidades têm vindo a aumentar e a modernização e profissionalização têm sido constante, os objetivos futuros são sempre definidos atempadamente, só assim a futuro estará garantido.

O alargamento a sul do atual Porto de Recreio é o nosso objetivo principal. Temos de conseguir!

Hoje empregamos cerca de 50 colaboradores, exploramos o restaurante, o snack bar, o bar panorâmico e prestamos serviços náuticos, mas o objetivo continua a ser o mesmo:

“Criação de riqueza que possibilite a prática desportiva de iniciação e competição de forma gratuita a todos sem exceção, independentemente da sua condição económica ou social”

Temos um elevado património, cumprimos e liquidamos todas as nossas obrigações legais e fiscais, pagamos IVA e IRC, e SScomo qualquer empresa, e o facto de termos o Estatuto de Utilidade Publica somente têm efeito escasso em benefício da atividade desportivo.

Implementamos face às obrigações legais um novo modelo de gestão profissionalizada, e temos ao longo dos anos pautado a nossa atividade pela transparência total.

A nossa atividade e contas estão sempre disponíveis para toda a sociedade com a sua publicação neste nosso site da internet.

A nossa ação e atividade, para além de tudo o que já é visível na frente ribeirinha, têm levado o nome da nossa terra e de Portugal aos 4 cantos do mundo. Os nossos desportistas já participaram em competições e representaram o clube e o nosso país em 25 paises diferentes em todo o mundo.

Representámos Portugal na Europa ( Espanha, França, Belgica, Holanda, Itália, Croácia, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, Inglaterra, Irlanda e Turquia), na América ( Bermudas, Canadá, Estados Unidos, Brasil e Uruguai), na Oceânia ( Austrália), em África ( Marrocos e África do Sul) e na Ásia ( China).

E obtivémos até á data Classificações Desportivas de grande relevo, nomeadamente: 

2 Campeões do mundo 

1 Vice campeão do mundo

1 Medalha de Bronze nos campeonatos do mundo

1 Vice-campeão Europeu

43 Campeões Nacionais

39 Vice-campeões Nacionais

81 Campeões Regionais

65 Vice-campeões Regionais

 

A ANG, é hoje um clube que a todos deve orgulhar, mas não podemos contudo, deixar de referir que nos choca a falta de reconhecimento que por vezes existe, por parte daqueles que mais obrigação tinham de ajudar, apoiar e reconhecer.

Nada teria sido possivél sem o empenho e dedicação de todos que até hoje têm dado o seu contribuito e esforço para a realidade atual, desde os sócios fundadores, dirigentes, colaboradores, desportistas e encarregados de educação.

Com todos, continuaremos a fazer presente e e a realizar o futuro.

Precisa de mais informações?

Estamos aqui para ajudá-lo. Entre em contato por telefone ou email

© 2020 Associação Naval do Guadiana

Restaurante do Porto de Recreio

Restaurante da Associação Naval

  • TripAdvisor - Black Circle

Desenvolvimento Web:

Livro Reclamações Electrónico 

i006573.png